ÚLTIMAS NOTÍCIAS
Você está aqui: Capa » ARQUIVO » CEB – UM JOVEM DE 94 ANOS

CEB – UM JOVEM DE 94 ANOS

94-anosCada ano ao chegar o mês de novembro, lembramo-nos invariavelmente dos pioneiros e fundadores, e de todos os que contribuíram com seu esforço para a manutenção e engrandecimento do nosso Clube.

Em 4 de maio de 1919, um grupo de jovens com idades que iam de 18 a 23 anos, partiu de Madureira, com destino a Petrópolis, numa caminhada de dois dias. Ao finalizar a mesma, já a bordo do trem que os trazia de volta para o Rio de Janeiro, lançaram a idéia de criar uma sociedade que promovesse o excursionismo na sua forma mais abrangente.

A semente frutificou e em 1º de novembro de 1919, no local que seria a primeira sede do CEB, Largo de São Domingos nº 4, 1º andar (o Largo de São Domingos não mais existe, pois desapareceu para dar origem a Av. Presidente Vargas), foi criado oficialmente o Centro Excursionista Brasileiro.

Seguiram-se anos de grandes dificuldades e provações, nos que nosso Clube se viu obrigado a mudar de sede onze vezes, ante a impossibilidade de se manter financeiramente.

Pouco a pouco se tornou o elemento aglutinador dos montanhistas do Rio de Janeiro, e no meio das grandes dificuldades de cada época, sucederam-se conquistas importantes, que nos tornariam não somente o mais antigo clube de montanhismo do Brasil, como também realizador de um grande número de conquistas e primazias

Escalavrado, primeira repetição da escalada do Dedo de Deus, Travessia Petrópolis Teresópolis, Agulha do Diabo, Agulha de Itacolomy e inúmeras outras vias de escalada e caminhadas em todo o Estado e no Brasil para citar uns poucos exemplos.

A realidade nos depara hoje com um enorme conjunto de dificuldades, oportunidades e desafios a vencer, com o mesmo espírito daqueles fundadores e pioneiros.

O acesso às montanhas encontra-se ameaçado em todo o Brasil. O avanço da propriedade privada e o temor jurídico cerceiam a possibilidade de encarar muitas escaladas e caminhadas.

Fazer trilhas e escalar num clima de efetiva segurança pública torna-se cada dia mais difícil.

A realidade legal é muito cambiante e surgem constantemente normas e sentenças, hora a favor hora em contra da prática do nosso esporte.

A tecnologia nos oferece cotidianamente novos produtos que ampliam nossas capacidades. A comunicação, alavancada pela Internet e a telefonia celular, a fotografia digital, o GPS, e os novos materiais para trekking e escalada, transformam a olhos vistos as formas em que planejamos e realizamos nossas atividades esportivas.

Tarifas aéreas baratas estendem nossos horizontes além das fronteiras do Brasil, e vemos cada dia com mais freqüência a realização de escaladas trekkings e excursões internacionais.

Este conjunto de dificuldades e oportunidades nos impõe por sua vez novos desafios, dentre eles:

Atender às expectativas e aos anseios dos nossos associados, que hoje são bem diferentes dos vivenciados por nossos predecessores.

Fomentar nossas atividades trazendo mais associados para o Clube em momentos em que o individualismo, facilitado pela tecnologia, muda a realidade do nosso esporte, vide a quantidade de excursões individuais, e de praticantes individuais de esportes como ciclismo e corrida, cuja popularidade diminui o brilho que outrora tivera o excursionismo.

Enfrentar a concorrência dos guias profissionais e agências de esportes de aventura, que ate há pouco tempo eram inexistentes.

Concorrer com as redes sociais que conseguem em poucos minutos agrupar os participantes para uma excursão organizada por ninguém.

Executar as obras de modernização da nossa sede que já tem 64 anos.

E o mais importante, manter o espírito jovem e a perseverança dos fundadores do Clube para enfrentar os desafios mencionados.

Com este panorama celebramos o 94º aniversário do clube,. Parabéns CEB.

Horacio Ragucci

Presidente

Os comentários estão fechados.