Chaminé do Funil

A Chaminé do Funil foi conquista pelo Centro Excursionista Brasileiro em 1931 por Haroldo Penna e Fritz Reuter.

Durante muitos anos ela ficou esquecida até que Miguel Monteza tomou para si a responsabilidade, com a devida autorização do CEB para reformar e modernizar a via.

Em fevereiro de 2018 Miguel Monteza junto com Mauro Chiara, Marcello Gomide e Raquel Madaloso finalizaram a reforma.

A via estava com muita vegetação  (trepadeiras e plantas espinhosas), os grampos que ali existiam, alguns em péssimas condições de corrosão, foram substituídos por chapeletas Pingo. O Cabo de aço também foi removido. A fim de evitar rapel em árvore foram instaladas paradas duplas a cada 30m.
A via pode ser protegida em móvel, usando Camalots #0,75 ao #3

A chaminé do Funil dá acesso à Chaminé no Morcego e ASA (Arduíno Sabóia Amorim) ambas conquistadas pelo CEB e agora também a uma nova via A Cereja do Bolo.

A Chaminé do Funil está graduada como 3º IVsup E2 D1 50m

No dia 04/08/2018, Ricardo Barros e Andressa d’Agostini foram fazer a primeira repetição do CEB após a reforma.
No dia 25/08/2018, Ricardo Barros e Francisco Caetano abriram a primeira atividade oficial da via após a reforma.

Abaixo fotos no mesmo lance da via.  Do lado esquerdo uma foto bem antiga (sem data) e do lado direito Ricardo Barros em ago/2018.

Fotos: Acervo do CEB e Francisco Caetano

Verifique também

Formatura do Curso de Formação de Guias – CFG 2022

Formatura do Curso de Formação de Guias – CFG 2022 Quinta, 6 de outubro, 18h30 …